MILITA DORÉ

 

Curta biografia

 

O seu trabalho, de forma geral, incide à volta da presença do corpo, de forma figurativa ou envolvendo de qualquer forma a sua presença. Utiliza vários meios para transmitir as suas ideias.

Vive os seus primeiros 30 anos entre Paris e Cannes e regressa às suas origens algarvias em 1988.

Segue as aulas de Teoria da Estética no Ar.Co (2009/2010).

Participa nos cursos de Arte Contemporânea MOBILEHOME 2009, 2010 e 2012 organizados por Nuno Faria.

Em 2013 e 2014 é convidada pela AHME (Associação Humanitária de Mulheres Empreendedoras) a participar no projecto “Equal rights and equal duties” com a sua exposição “Mulher sem título”.

É coordenadora da Exposição de Rua do Festival Med, Loulé durante quatro anos e participa na curadoria do mesmo em 2014 e 2015.

Coorganiza (com Filomeno, mestre joalheiro e Crisitna Palma, designer) e participa no projeto CORPO RESTRITO – Evento de Joalharia Contemporânea – 2014 e 2015.

Em 2017 participa pela segunda vez no projeto radiofónico RADIAÇÃO  através da ARTADENTRO onde é produzido som não musical.

Frequenta as aulas em Artes Visuais na UALG desde 2015 para finalizar a licenciatura em 2018 e participa como artista convidada nas atividades da Associação 289 em Faro.

 

Destaca as Exposições Individuais:

- 2016 “Transmutações” – Ermida Nª Srª da Guadalupe – Vila do Bispo

- 2015 “Mulher sem título” – Fábrica do Braço de Prato - Lisboa

- 2014 “Mulher sem título” – Palácio D. Manuel - Évora

- 2012 “Mulher sem título” – Convento Espírito Santo – Loulé

- 2012 “Intimidades” – Galeria Zem Arte – São Brás de Alportel

- 2006 “Corpos” – Convento Espírito Santo – Loulé

 

Destaca as Exposições Coletivas:

- 2015/2016 “Arte – Um assunto de mulheres” – Galeria Trem – Faro

- 2013 “EVO” Frauen in den Weltreligionen – Frauenmuseum – Bonn

 

 

 

 

Contactos:

Milita Doré

Tlm:  93 42 42 717

Email:  milita.milita@sapo.pt

Website: http://militamilita.wixsite.com/meusite