289 - Projecto Pedro Cabrita Reis


No Solar das Pontes de Marchil, que a urbanização aproximou da cidade de Faro, de 14 de Julho a 15 de Setembro, o público habitual do Verão algarvio terá a oportunidade de ver uma exposição inabitual.

 

Desafiado para ocupar o espaço do Solar, Pedro Cabrita Reis, com o gesto largo que o desenha, trouxe muitos dos seus amigos e ainda lhes disse para trazerem outros tantos. A reunião de toda esta gente, embora despretensiosa como uma coisa de Verão, promete-nos quase o balanço de uma situação artística e pode reservar-nos muitas surpresas, como numa festa inesperada.

 

O lugar é, desde logo, na sua arquitectura vernácula, deslocação no tempo, por desafectação do destino rural que historicamente lhe coube, muito especial; e os artistas que nele se reúnem constituem, entre nomes muito conhecidos e nomes menos conhecidos, uma rara multidão de vozes individuais.

Aqui se apresentam eles, cruzando-se, prosseguindo encontros antigos ou recentes numa prática de permanente colóquio (com evidentes momentos de solidão e outros tantos de confronto). Em nenhum caso pretendem estabelecer conclusões; cada voz (cada autoria) deverá permanecer irredutível, no seu território próprio - só assim poderá ser produtiva para si, para os outros artistas e para o público.

 

Os artistas que habitam por momentos os labirintos interiores e os espaços abertos desta velha quinta chegam de tempos diversos, de lugares dispersos e vontades próprias igualmente díspares. Vêm de dois projectos que eram já de espírito aberto e convergiram neste Verão de 2018, em Faro. Uns, estiveram presentes no projecto @British Bar, que podemos ver desde Abril de 2017, nas 3 montras do British Bar, em Lisboa, sob curadoria de Pedro Cabrita Reis. Os outros, integram os artistas e outros convidados do colectivo algarvio 289. A todos estes vêm ainda juntar-se artistas que Cabrita Reis foi convidando ao longo do processo.

 

A inauguração da exposição "289" será pelas 19h do dia 14 de Julho.

 

João Pinharanda