Associação 289

 

A Associação 289 é uma entidade sem fins lucrativos que tem como objectivo contribuir para a promoção e divulgação das Artes Visuais e outras manifestações de carácter artístico no contexto da região do Algarve, onde está instalada, mas também, sempre que possível, em todo o País e no estrangeiro, bem como defender os interesses dos seus associados e artistas. Para a prossecução dos seus fins a Associação propõe-se organizar mostras e exposições; divulgar e promover os trabalhos dos seus associados e de outros artistas; realizar workshops, colóquios e debates sobre assuntos relacionados com as Artes Visuais e outras manifestações de carácter artístico, bem como outros temas de cultura geral; promover iniciativas de índole cultural, com o propósito de sensibilizar a opinião pública para a Arte; divulgar por diversos meios os artistas e a Arte e estabelecer e manter protocolos e parcerias com associações e outras organizações de natureza cultural, nacionais ou internacionais.

 

A Associação 289 apresentou-se pela primeira vez ao público no dia 18 de Novembro de 2017 dando a conhecer o seu espaço no Sítio das Pontes de Marchil em Faro.

 

 

 EXPOSIÇÃO ACTUAL

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Na presente mostra, Omnia, Pedro Cabral Santo desenvolveu um complexo dispositivo, onde envolve inúmeros meios e técnicas que, no seu conjunto, procuram envolver o espectador num ambiente que pretende explorar e abordar o papel dos artistas, e da arte, em torno de problemas, e acontecimentos genéricos, vigorados e ancorados nas nossas sociedades ditas contemporâneas – fenómenos político-sociais relevantes e imprevisíveis relacionados com a incessante disseminação de múltiplas e diferentes linguagens que constituem a essência do nosso mundo contemporâneo, e que se manifestam formalmente por entre a essência pictórica, escultórica e instalatória, capaz de propor ao artista a possibilidade de se ter uma visão para lá das formas e do aparente reconhecimento dos objectos usados, e assim obter outras leituras que sem as quais tornavam este e os outros mundos, sem dúvidas, mais pobres.

A exposição, que inaugurou no passado sábado, dia 11 de Maio, conta com 12 trabalhos, com 5 estreias, divididos por esculturas, pinturas, instalações e vídeo instalações e vai estar patente ao público até 7 de Julho, de Sexta-feira a Domingo, das 15h às 19h.